Please reload

Últimas notícias

Concerto nas Comunidades

 

 

4 de Julho - 21h

Igreja Nossa Senhora da Lapa - RIBEIRÃO DA ILHA

 

Regência: Jeferson Della Rocca

 

PROGRAMA

 

L.  Janáček

Suite para Cordas

 

A. Czermák

Duas Danças Húngaras

 

R. Strauss

Dueto Concertino para Clarinete, Fagote e Cordas

 

 

 

De temperamento forte e original, Janácek uniu em sua obra as tradições nacionais românticas e os conhecimentos de uma linguagem moderna cuja riqueza e frescor fazem dele a personalidade dominante da música tcheca do início do século XX. A base da música de Janácek é a vibrante harmonia do século XX. Dá-nos a impressão de alguém ansioso por revelar ao mundo toda a grande paixão que lhe domina a alma. Em 1877 Janácek escreveu a Suíte para Cordas cuja denominação dos movimentos (andante, adágio, alemanda, sarabanda) revela interesse por música antiga, mas ao mesmo tempo encontramos as influências de Smetana e Wagner.

 

As duas Danças Húngaras, escritas pelo virtuoso violinista húngaro Antal Czermak, fazem parte do primeiro CD gravado pela Camerata em 1997. São duas peças curtas, com melodia instigante, com participação do clarinete solista no segundo movimento.

 

Richard Strauss escreveu aos 83 anos de idade o Dueto Concertino para Clarinete e Fagote, dedicado ao seu amigo, fagotista da Filarmônica de Viena, Hugo Burghauser. Trata-se de uma obra extremamente complexa tecnicamente e uma das únicas escritas para orquestra de cordas em seu repertório. Como Strauss descreveu, o fagote representaria um urso que se depara com uma princesa (representado pelo 

clarinete). No primeiro movimento diversas sequencias em poliritmia trazem um efeito de tensão e conflito entre os instrumentos de orquestra e solistas. O movimento lento é uma ária romântica tranquila, em que o urso corteja a princesa. O terceiro movimento é uma dança, entre o agora enamorado (assumindo, claro, que o segundo movimento foi bem sucedido!) Urso e princesa. Começa timidamente e termina cheio de alegria.

 

 

André Ehrlich - CLARINETE

Clarinetista premiado em diversos concursos como: Concurso Jovens Instrumentistas Brasil (Piracicaba), Concurso Internacional Jovens Concertistas (RJ) e Concurso Jovens Solistas da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo, entre outros. Membro fundador da Orquestra Sinfônica do Paraná, em 1987 inicia seus estudos na Alemanha. Em 1996 conclui sua Pós Graduação (Konzertexamen) na Escola Superior de Música de Detmold, graduando-se com nota máxima com louvor. Atualmente, além de 1º clarinete da Orquestra Sinfônica do Paraná, frente a qual já solou múltiplas vezes, exerce intensa atividade didática e camerística.

 

Jamil Bark - FAGOTE

Natural de Curitiba, graduou-se pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná (EMBAP), sob a orientação de Noël Devos (RJ). Vencedor do VII Concurso Jovens Instrumentistas do Brasil (SP) e do Concurso Jovens Concertistas do Brasil (RJ), estudou no Oberlin Conservatory of Music (EUA). É membro fundador do “Quinteto de Sopros de Curitiba”. Foi professor dos Festivais de Música de Cascavel, Maringá, Tatuí, Londrina, Goiânia e Brasília. Entre 1999 e 2007 atuou como fagotista titular da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (OSESP). Realizou Mestrado em Música na USP, e Doutorado em Música na UNICAMP. Atualmente é fagotista solista da Orquestra Sinfônica do Paraná e professor da EMBAP / UNESPAR.

 

 

 

Please reload

Please reload

Arquivo

Siga a Camerata Florianópolis nas redes sociais e no nosso canal do YouTube

  • Facebook Social Icon
  • Instagram ícone social
  • YouTube ícone social