Turnê Tributo a MPB


25 Setembro ∙ 18h

SALÃO PAROQUIAL

DESCANSO - SC

26 Setembro ∙ 20h

TEATRO MUNICIPAL

CHAPECÓ - SC

27 Setembro ∙ 20h

CENTRO EDUCACIONAL CELSO FARINA

CAPINZAL - SC

PROGRAMA

A Banda

CHICO BUARQUE

Odeon

E. NAZARETH / U. MANGIONE

Romaria

RENATO TEIXEIRA

Música Suave

ROBERTO CARLOS

Carinhoso

PIXINGUINHA / BRAGUINHA

Aquarela do Brasil

ARY BARROSO

Trenzinho Caipira

HEITOR VILLA-LOBOS

Como nossos Pais

BELCHIOR

João e Maria

CHICO BUARQUE

Ovelha Negra

RITA LEE

Luiza

TOM JOBIM

Maluco Beleza

RAUL SEIXAS

Tico-Tico no Fubá

ZEQUINHA DE ABREU

Nos Bailes da Vida / Maria Maria

MILTON NASCIMENTO /

FERNANDO BRANT

Brasileirinho

WALDIR AZEVEDO

Na noite de hoje a Camerata Florianópolis apresentará o programa Tributo à Música Popular Brasileira, trazendo um repertório constituído por algumas das principais musicas de diferentes épocas de nossa MPB.

Onde termina a música erudita e começa a música popular? Que combinação de elementos faz com que uma música receba a denominação “clássica” ou “popular”? O conteúdo musical? A orquestração? A interpretação? A tradição cultural? Talvez mais importante que tentar responder a essas perguntas seja vivenciar a música sem tais limitações conceituais, pesquisando as riquíssimas possibilidades que se abrem em um encontro dessas duas correntes. Principalmente em se tratando da música popular brasileira, uma das mais ricas e bem elaboradas do mundo, tanto por seu conteúdo melódico e harmônico, quanto pelo seu conteúdo poético.

Foi com este intuito que a Camerata Florianópolis preparou este programa, o de prestar uma homenagem à música popular brasileira. Uma das maiores dificuldades foi a escolha do repertório: como selecionar uma dezena de títulos entre centenas de obras maravilhosas? É impossível fazer justiça com tal variedade. De qualquer forma, tentou-se mostrar nesta pequena coletânea diferentes estilos e épocas da MPB.

"...todo artista deve ir aonde o povo está." Todo músico se identifica com esta frase de Milton Nascimento, contida em "Nos bailes da vida". A vida é arte, e a arte deve se pôr a serviço da vida. Talvez seja essa a principal lição que a música popular possa dar à música erudita.

Últimas notícias
Arquivo

Siga a Camerata Florianópolis nas redes sociais e no nosso canal do YouTube

  • Facebook Social Icon
  • Instagram ícone social
  • YouTube ícone social